subway vegano
 

 

O grupo Recife da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), em parceria com a Faculdade Santa Helena (FSH), acaba de lançar o primeiro curso de pós-graduação em nutrição vegetariana do Brasil. Os cursos iniciam em Setembro (24 e 25), tem duração total de 22 meses (Nutrição) e 18 meses (Alimentação) e serão reconhecidos pelo Ministério da Educação. As matrículas podem ser feitas retroativamente até 14 de novembro de 2016, com compensação dos dois módulos perdidos em setembro e outubro.

 

A pós-graduação em nutrição vegetariana tem o objetivo de levar informações atualizadas sobre aspectos nutricionais e de saúde da alimentação vegetariana estrita, ou seja, sem consumo de nenhum alimento de origem animal.Esta pós-graduação, especificamente, será destinada exclusivamente a profissionais graduados em Nutrição; Para qualquer outra graduação, será ofertada a pós em Alimentação Vegetariana, que vai ter uma matriz curricular muito parecida, abordando os aspectos nutricionais relevantes e outras questões multi e interdisciplinares.

 

Tiago Franca Barreto, que é  coordenador acadêmico da SVB Recife e responsável pela implementação da pós-graduação explica que existe uma enorme carência de conhecimento no assunto, o que incentivou a criação do curso. “Os cursos trazem mais informações sobre as especificidades da dieta vegetariana, oferecendo capacitação aos profissionais de diversas áreas que precisam atender demandas de pacientes vegetarianos e daqueles que desejam adotar a alimentação vegetariana”.

"Nutrição na gestão e infância", “Nutrição Esportiva” e "Saúde pública e vegetarianismo” são alguns dos módulos do curso. Mas além das aulas teóricas, a pós oferecerá aos alunos aulas práticas de gastronomia, atendimento clínico e planejamento de cardápio.O curso pretende, ainda, capacitar profissionais para atuar em pesquisas e docência em cursos de graduação e pós-graduação que abordem os diversos aspectos relacionados ao vegetarianismo.  Veja aqui mais detalhes sobre a pós em Nutrição Vegetariana.


Pós em Alimentação Vegetariana

Com um público de médicos e profissionais de saúde, gastrônomos, mas também de vegetarianos e veganos de qualquer formação, o curso vai possibilitar aprofundamento em aspectos diversos, desde de saúde e nutrição, como ética animal, meio ambiente, aspectos sociológicos e antropológicos da alimentação. O curso também terá aulas práticas de gastronomia. Veja aqui mais detalhes sobre a pós em Alimentação Vegetariana.

Para ambos os cursos, as aulas são presenciais e acontecem aos sábados e domingos, das 8h às 17h, durante um final de semana por mês, para facilitar o acesso a estudantes de todo o país. Além das aulas, os últimos três meses consistem na realização do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Entre os docentes estão os maiores especialistas em vegetarianismo do país, cerca de 70% dos professores são de outros estados.

O investimento é de R$575 mensais, mas para os filiados à SVB o valor cai para R$402. Para filiar-se à SVB, basta acessar www.svb.org.br/filiacao.

Duas vagas de cada um dos dois cursos serão destinadas a bolsistas integrais. O processo seletivo prioriza estudantes sem condições financeiras para realizar o curso, além de levar em consideração seu conhecimento acadêmico. Em contrapartida, os alunos contemplados com a bolsa comprometem-se a participar de projetos sociais, a fim de beneficiarem outras pessoas e difundir o conhecimento.

Mais informações sobre o curso podem ser consultadas em www.fsh.edu.br. Já a matrícula de fato deve ser feita por telefone no número (81) 3797-6060 para quem é de Recife e através do email: matriculas.posgraduacao@fsh.edu.br para quem mora em outro estado. Caso deseje entrar em contato diretamente com a SVB sobre o curso, escreva para recife@svb.org.br.

 

São Paulo

Em São Paulo, a SVB realizounos dias 10 e 11 de setembro um curso de 16 horas para profissionais de nutrição e estudantes do último ano, intitulado Como atender o paciente vegetariano.

O curso contou  com a docência de Alessandra Luglio (nutricionista), Paula Gandin (nutricionista), Eric Slywitch (médico nutrólogo) e Orlei Ribeiro de Araújo (médico pediatra). O programa inclui aulas sobre gestantes e crianças vegetarianas, proteínas vegetais X animais, nutrição vegetariana esportiva, interpretação de exames laboratoriais de vegetarianos, entre outros temas essenciais para o bom atendimento ao paciente vegetariano.

Guilherme Carvalho, secretário executivo da SVB, explica que este curso de 16 horas visa preencher uma lacuna mais urgente entre os profissionais de nutrição. Mas temos planos de lançar em São Paulo também um curso de pós-graduação como o de Recife, revelou.

Veja como foi o curso de São Paulo aqui.

 

Receba as novidades!

Receitas

Midia

Scroll to top