Donate do SVB

segundaverde okAlunos das escolas da rede municipal de ensino vão receber refeições ricas em proteínas, fibras e vitaminas a partir da retomada do ano letivo.

O programa Segunda Verde vai servir 29 mil refeições por mês aos alunos de Itapevi (SP) a partir da retomada do ano letivo. Inspirada na campanha Segunda Sem Carne (SSC) do Brasil, organizada pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), a Segunda Verde tem como objetivo diversificar as fontes de proteína, substituindo uma vez por semana a proteína de origem animal pela de origem vegetal que além de proteicas, também são fontes de fibras e vitaminas. Serão oferecidas refeições saudáveis e a base de vegetais, todas as segundas-feiras, tornando a alimentação dos alunos mais variada e consciente.

 

Leia mais...

cursoctbaPromovido pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), evento tem como objetivo esclarecer tecnicamente questões relacionadas ao vegetarianismo e veganismo.

A primeira edição do Curso de Capacitação em Nutrição Vegetariana, em Curitiba, reuniu dezenas de profissionais e estudantes da área de saúde, entre os dias 15 e 16 de agosto. O evento registrou a marca de 100 inscritos que acompanharam a apresentação de palestrantes renomados como Alessandra Luglio (Nutricionista), Eric Slywitch (Médico Nutrólogo), Paula Gandin (Nutricionista) e Bianca Mello (Médica).

Leia mais...

SVB FISA post

SVB na maior feira de ingredientes e alimentos da América LatinaEsse ano, a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) estará pela primeira vez participando - com um estande e duas palestras - da Food Ingredients South America (FiSA), a maior e mais completa feira para a indústria alimentícia, ingredientes e desenvolvimento de produtos do setor.

Lançada em 1996, a FiSA é o lugar ideal para as indústrias alimentícias encontrarem fornecedores, discutirem soluções de pesquisa & desenvolvimento, conhecer novos fabricantes e distribuidores de alimentos e bebidas e, também, aprenderem sobre tendências da indústria e da sociedade.

A entidade estará presente com um "plantão" gratuito de orientações sobre mercado, desenvolvimento, lançamento e certificação de produtos veganos, em um estande localizado no centro da feira ao longo dos três dias de evento (20 a 22 de agosto).

Além disso, a organização estará representada pelo seu Secretário-executivo, Guilherme Carvalho, e sua Coordenadora de Saúde e Nutrição, Alessandra Luglio, em duas apresentações:

Leia mais...

onu okO relatório especial das Nações Unidas “Mudanças Climáticas e Terra: Relatório especial do IPCC sobre mudança climática, desertificação, degradação da terra, gestão sustentável da terra, segurança alimentar e fluxos de gases de efeito estufa (GEE) em ecossistemas terrestres” [1], elaborado por mais de 100 pesquisadores de diversos países (incluindo o Brasil), foi lançado esta quinta-feira (8 de Agosto) em Genebra.

 

Segundo o relatório, a redução no consumo de carnes e sua substituição por alimentos de origem vegetal “apresenta grande potencial de mitigação [das mudanças climáticas], ao mesmo tempo em que gera benefícios significativos para a saúde humana. Até 2050, mudanças nos padrões de alimentação poderiam liberar milhões de quilômetros quadrados de terra, e reduzir as emissões globais de CO2 em até 8 bilhões de toneladas por ano”. 

Leia mais...

 

camera recordSobre a reportagem exibida no dia 04 de Agosto de 2019 no Câmera Record

A reportagem abordou o veganismo em diversas fases da vida, inclusive entrevistando personalidades conhecidas como a Xuxa, mostrando aspectos interessantes da alimentação a base de vegetais. Um dos pontos abordados foi o veganismo na infância. Porém foi exibido em trecho onde um médico entrevistado se opunha ao veganismo na infância  e concluía que a ausência de carnes, leites e ovos poderia causar danos permanentes no desenvolvimento da criança.

Esse pronunciamento está incorreto e não condiz com achados científicos e pareceres internacionais.

A Associação Dietética America já se posicionou a favor do veganismo em todas as fases da vida. Além disso estudos científicos não encontram diferenças tanto no desenvolvimento quanto no estado nutricional de crianças vegetarianas quando comparadas a crianças onívoras. Portanto a alimentação sem alimentos de origem animal e balanceada, como toda alimentação deve ser, é segura desde o nascimento até a fase adulta. Portanto a citação da matéria também está equivocada e desatualizada.

Leia mais...

SVB capacitacao curitiba POST OKCurso foi criado para esclarecer mitos e dúvidas por meio de informações técnicas e qualificadas sobre alimentação a base de vegetais.

A Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) prepara para os meses de agosto e outubro duas novas edições do Curso de Capacitação em Nutrição Vegetariana. Para participar, o estudante ou profissional precisa pagar uma taxa de inscrição que varia entre R$ 95,00 (Meia – estudantes e filiados SVB), R$ 150,00 (Inteira – promocional via internet) e R$ 190,00 (Inteira – no ato do evento). 

Leia mais...

Receba as novidades!

Receitas

Midia

Youtube SVB

Scroll to top